Notícias Sinpro-AL

Sinpro-AL realiza o IV Forró do Fessô

Nesta sexta-feira (27) 0 Sindicato dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) realizou a quarta edição do Forró do Fessô. O evento junino ocorreu no Sindicato dos Bancários, localizado no Centro de Maceió, e contou com a animação da banda Os Malaquias do Forró.

Assim que chegavam, os participantes era recepcionados com uma mesa de comidas típicas regada a milho cozinhado, bolos, canjica e pamonha, entrando ainda mais no clima nos festejos. Os professores ainda contaram com caldos quentes, animando ainda mais a noite.

Durante a noite a banda tocou sucessos antigos e novos animando os sindicalizados e os familiares que estavam presentes no local.

A diretoria do Sinpro-AL, assim como seus funcionários, estava presente no evento conversando com os convidados e conduzindo a festa.

 

Dia 27 acontece o IV Forró do Fessô

cartaz

A Diretoria do Sindicado dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) convida aos professores (as) sindicalizados (as) para prestigiar o IV Forró do Fessô que acontece no dia 27 de junho às 20h no Sindicato dos Bancários, próximo ao Hiper Buarque de Macedo.  A atração deste ano será Os Malaquias do Forró. Você não pode perder!

Sinpro-AL fecha garante mais três convênios para sindicalizados

Esta semana o Sindicato dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) firmou mais três convênios para os seus sindicalizados. Veja abaixo quais são eles:

– OdontoCard: um dos planos mais valorizados no estado, possui a melhor equipe de dentistas e aparelhos para lhe atender. Mais informações com o corretor Otávio (82) 8851-4170 e 9653-5698.

– Montreal Clube de Hospedagens: com adesão a este clube você terá descontos e vantagens em hospedagem, passagens e tudo para deixar sua viagem mais tranquila e segura. Contato: Celina (82) 8814-5411.

– Faculdades: o professor sindicalizado tem até 30% nas mensalidades das seguintes faculdades: Fits, Unopar, Estácio-Fal e Seune. O convênio vale para cônjuges, filhos e dependentes.

Sinpro-AL entrega proposta para regulamentar quantidade de alunos em sala de aula

O Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) entregou Conselho Estadual de Educação (CEE) uma proposta para a regulamentação da quantidade de alunos nas turmas de Educação Básica dos Ensinos Público e Privado.

A proposta da alteração da resolução 55/2002 do CEE/AL seria da seguinte forma: Creches – no máximo 08 crianças de 0 a 12 meses de idade; no máximo 10 crianças de 01 a 02 anos de idade; no máximo 12 crianças de 02 anos a 03 anos e 11 meses de idade
Permanecendo os números de auxiliares de sala. A Pré-escola – no máximo 15 crianças de 04 a 05 anos de idade; no máximo 15 crianças de 05 a 06 anos de idade, permanecendo os números de auxiliares de sala. Nas séries iniciais do ensino fundamental: limite de 20 alunos por turma. Já as classes das demais séries do ensino fundamental e as do ensino médio: limite de 35 alunos.

A proposta foi encaminhada ao ao presidente do Conselho Estadual de Educação e reitor da Uneal, Jairo Campos e dessa forma o Sinpro-AL acredita que está contribuindo para uma melhor qualidade na Educação do Estado, pois o excesso de alunos prejudica a saúde física e mental dos professores, além de prejudicar o aprendizado dos estudantes.

Saiba como funciona o Setor Jurídico do Sinpro-AL

Maxmyller Norbeto, setor Jurídico do Sinpro-AL

Maxmyller Norbeto, setor Jurídico do Sinpro-AL

O Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) possui um setor Jurídico para atender os sindicalizadas nas mais diversas ocorrências ou esclarecer determinadas dúvidas. Maxmyller Norberto, um dos responsáveis do setor explicou como funciona essa parte do sindicato.

Sinpro-AL: Qual a função deste setor para os professores?

Maxmyller: Verificar devidamente se as verbas correspondentes, que são de direito do professor, estão sendo pagas, principalmente no termo da homologação. Nós verificamos e caso seja necessário, não ocorrendo o pagamento, conversamos com o professor para que ele entre em acordo com a instituição. O acordo não sendo feito, entramos com uma causa trabalhista, fazendo valer os direitos do período que ele laborou no local.

Sinpro-AL: Qual o maior problema encontrado em relação a isso?

Maxmyller: Quando as homologações vão sendo feitas ocorre uma falta de acordo. Normalmente essas instituições tem um setor de contabilidade que não observa a Legislação e acaba realizando pagamentos com valores indevidos.

Sinpro-Al: Quais são as etapas que ocorrem quando o sindicalizado procura o setor jurídico?

Maxmyller: Quando o professor vem realizar a homologação e apresenta pendências nas verbas rescisórias nós propomos a instituição a fazer um acordo e pagar conforme a legislação o que é devido. Caso não, o professor faz uma reclamação, onde é analisada e protocolada junta à Justiça do Trabalho onde ocorre conciliação ou julgamento.

Sinpro-AL: Quais outras funções do setor jurídico?

Maxmyller: Tiramos dúvidas em relação à convenção coletiva e orientações que o professor possa ter em relação aos seus direitos.

Sinpro-AL participa de ato no Dia do Trabalhador

010520141929Na última quinta-feira (1° de maio) o Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) participou das mobilizações que comemoraram o Dia do Trabalhador na orla de Maceió. De acordo com a organização, cerca de três mil pessoas se concentraram na Praia de Jatiúca seguindo até a Ponta Verde, no Iate Clube.

Nas reivindicações gerais estavam as campanhas salariais. “Este é um momento importante em que toda a classe trabalhadora se une em uma única causa”, ressaltou o vice-presidente do Sinpro-AL, Eduardo Vasconcelos.

A caminhada serviu também para dar apoio à polícia, Ministério Público e Poder Judiciário pelo trabalho de combate à corrupção e a criminalidade que vem sendo realizado em Alagoas.

O presidente do Sinpro-AL, Fernando Firmino, também destacou o momento. “Temos por obrigação está aqui juntamente com outros companheiros, para juntos lutar pela nossa classe e mostra a realidade vivida pelo trabalhador”, colocou.

Sinpro-AL participa de ato no Dia do Trabalhador

200-297O Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) participa nesta quinta-feira, 1° de maio, das comemorações do Dia do Trabalhador organizado pela Central Única dos Trabalhadores em Alagoas (CUT-AL) vai comemorar o 1º de Maio. Uma grande caminhada ocorrerá com concentração às 8h30, no Posto 7, na praia de Jatiúca, onde haverá apresentação de bumba meu boi e show da banda Rogério e Banda.

Às 10h30 terá incío a caminhada em direção ao antigo Alagoinhas. Durante o trajeto haverá batucada, banda de fanfarra, expressões culturais e performances políticas. O evento será encerrado com show da banda Samba de Nêgo. O eixo central da mobilização deste ano é: “Fortalecer a Democracia e Ampliar Conquistas”.

Entre as bandeiras levantadas estão a redução da jornada de trabalho para 40 horas, sem redução de salário; fim do fator previdenciário e valorização das aposentadorias; defesa da política de valorização do salário mínimo; reforma agrária e política agrícola; reforma política; 10% do PIB para a Educação Pública e Aplicação da lei do Piso salarial Nacional do Magistério; 10% do Orçamento da União para a Saúde; combate ao projeto de Lei 4330 – Terceirização; democratização dos meios de comunicação; Igualdade de oportunidades entre mulheres e homens; fortalecimento do Setor Elétrico e do Petróleo; valorização dos Serviços Públicos e apoio aos servidores públicos estaduais.

Com informações da CUT/AL.

Atenção aos exs e professores do Colégio Santa Úrsula

O procurador do Ministério Público do Trabalho (MPT), Rodrigo Alencar, prorrogou o prazo para a conclusão do inquérito civil que investiga a falta de pagamento dos últimos 5 anos aos exs e professores do Colégio Santa Úrsula, em Maceió. A solicitação ocorreu devido ao relatório de orçamento da perícia para o cálculo do montante devido a cada empregado que ainda não está pronto. O trabalho está sendo realizado por três peritos contábeis. O Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) continua acompanhando o caso e estará atento ao resultado.

Sinpro-AL participa de audiência que regulamenta quantidade de alunos em sala de aula

No último dia 31 de março o Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) participou de uma audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT) com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Alagoas que regulamentou a quantidade de alunos em sala de aula. A iniciativa partiu após uma série de denúncias sobre a superlotação neste locais que prejudica o desenvolvimento dos estudantes e o desempenho profissional dos professores.

Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado e as instituições de ensino particular têm até o próximo ano para adaptar a quantidade de estudantes em sala de acordo com a resolução 055/2002 do Conselho Estadual de Educação. As mudanças para 2014 ficaram inviabilizadas, já que o ano letivo está em andamento.

Segundo a resolução a quantidade de alunos fica distribuída da seguinte forma: para o Ensino Fundamental Regular (1° e 2° anos – 25 alunos; 3° e 4° anos – 30 alunos; 5° e 6° anos – 40 alunos; 7° e 8° anos – 45 alunos) e para o Ensino Médio Regular – 50 alunos.

Sinpro-AL moderniza página no Facebook

Há duas semanas uma pesquisa do Ministério das Comunicações apontou que a Internet é o segundo meio de comunicação mais utilizado pelos brasileiros. Pensando nisso, o Sindicato dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) está modernizando sua página no Facebook.

Agora, além das notícias do Sinpro-AL, os sindicalizados podem contar com informações sobre os convênios firmados com clínicas, óticas e outros serviços. Aumentando a interatividade com os professores, dicas de saúde e de ensino também fazem parte da nova página que traz as mais recentes ferramentas de mídias sociais.

Ficou curioso? Então acesse clicando aqui.