Get Adobe Flash player
  • Diretoria do Sinpro-AL e o Vereador Wilson Júnior
  • Maxmyller Norbeto, setor Jurídico do Sinpro-AL

Sinpro-AL é destaque dos jornais impressos neste final de semana

No último do2014-07-23 10.34.44mingo (20) o Sindicato dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) foi destaque mais uma vez na mídia local. Desta vez, o vice-presidente da entidade, Eduardo Vasconcelos, falou sobre a sobrecarga de trabalho dos profissionais no jornal Tribuna Independente.

O assunto foi abordado após uma pesquisa internacional, divulgada há alguns dias em nosso site, sobre a média de estudantes na sala de aula. Na matéria o vice-presidente coloca a situação da categoria. “Assim não dá para acompanhar a evolução dos estudantes. Cada um deles é um ser diferente e que requer formas e linguagens específicas”, colocou. Ele também falou sobre a média salarial e que a precariedade está principalmente no Ensino Infantil: “Nessa fase é necessário mais cuidados com os estudantes. Eles ainda são crianças e precisam de mais atenção”.

Também no dia 13 de julho no jornal Gazeta de Alagoas, o Sinpro-AL entrou na discussão sobre as políticas de incentivo ao profissional da Educação. Eduardo abordou que o professor viver um drama para conseguir sua renda satisfatória no fim do mês. “O trabalho excessivo faz com que ele não leia, não tenha condições de planejar, as aulas ficam mecânicas, o que reflete diretamente na qualidade do ensino e na saúde mental e física dos professores”, falou no texto.

 

Vice-presidente do Sinpro-AL participa da posse do Conselho Municipal de Educação de Maceió

Posso do Novo Conselho de Educação de Maceió (Foto: Secom Maceió)

Posso do Novo Conselho de Educação de Maceió (Foto: Secom Maceió)

O vice-presidente do Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL), Eduardo Vasconcelos, participou na manhã desta segunda-feira (14) da posse dos novos membros do Conselho Municipal de Educação de Maceió. O evento aconteceu no auditório da Casa da Indústria e contou com diversas autoridades.

Para o vice-presidente esse é mais um espaço de discussão e desenvolvimento da Educação. “O Sinpro-AL está presente e fazendo parte dessa comissão. Lutando cada vez mais pela qualidade na Educação”, disse Vasconcelos.

O Conselho de Educação é um órgão colegiado, de caráter normativo, consultivo, deliberativo, fiscalizador e de controle social do Sistema Municipal de Ensino, estando integrado ao Conselho do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). Ele visa contribuir para a democratização da gestão educacional do Município de Maceió, atuando na defesa do direito de todos à educação de qualidade, sendo, também, responsável por questões ligadas ao padrão de qualidade da educação pública municipal.

COMED

O Conselho Municipal de Educação de Maceió (Comed) foi instituído pela Lei Orgânica do Município de Maceió, nº 4.401, de 30 de dezembro de 1994, reformulado pelas Leis Municipais nº 5.133, de 20 de junho de 2001 e nº 5137, de 16 de julho de 2001, nº 5.622 de 24 de Julho de 2007, nº 6.025, de 16 de maio de 2011 e regulamentado em Regimento Interno.

Sinpro-AL participa de audiência no Ministério do Trabalho

Na última sexta-feira (11) a diretoria do Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) participou de uma reunião com representantes do sindicato patronal no Ministério do Trabalho (MT). O objetivo era negociar o reajuste salarial e a unificação do calendário das férias.

Porém mais uma vez não houve negociação por parte das escolas e uma assembleia geral será marcada com todos os professores para decidir as futuras ações.

Sinpro-AL continua na luta pela qualidade na Educação

10301497_538297119630790_3649699420361998963_nNa última semana 0 Sinpro/AL conseguiu agendar, através do deputado federal, Paulo Fernando dos Santos, O PAULÃO (PT), uma audiência com o senador Humberto Costa (PT-PE) para pedir celeridade à tramitação do projeto de lei 504/2011 que altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – Lei 9.394/1996), e regula, em nível nacional, a quantidade de alunos em sala de aula.

De acordo com a proposta, as turmas de pré-escola e dos dois primeiros anos do ensino fundamental não poderão exceder a 25 alunos. Já as classes das demais séries do ensino fundamental e as do ensino médio, segundo determina o projeto, devem ter, no máximo, 35 alunos.

O Sindicato, desde 2010, vem denunciando as instituições de ensino com excesso de alunos em sala de aula. Várias escolas já foram punidas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Sinpro-AL realiza o IV Forró do Fessô

Nesta sexta-feira (27) 0 Sindicato dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) realizou a quarta edição do Forró do Fessô. O evento junino ocorreu no Sindicato dos Bancários, localizado no Centro de Maceió, e contou com a animação da banda Os Malaquias do Forró.

Assim que chegavam, os participantes era recepcionados com uma mesa de comidas típicas regada a milho cozinhado, bolos, canjica e pamonha, entrando ainda mais no clima nos festejos. Os professores ainda contaram com caldos quentes, animando ainda mais a noite.

Durante a noite a banda tocou sucessos antigos e novos animando os sindicalizados e os familiares que estavam presentes no local.

A diretoria do Sinpro-AL, assim como seus funcionários, estava presente no evento conversando com os convidados e conduzindo a festa.

 

Dia 27 acontece o IV Forró do Fessô

cartaz

A Diretoria do Sindicado dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) convida aos professores (as) sindicalizados (as) para prestigiar o IV Forró do Fessô que acontece no dia 27 de junho às 20h no Sindicato dos Bancários, próximo ao Hiper Buarque de Macedo.  A atração deste ano será Os Malaquias do Forró. Você não pode perder!

Diretoria do Sinpro-AL encaminha projeto para Câmara de Maceió

Diretoria do Sinpro-AL e o Vereador Wilson Júnior

Diretoria do Sinpro-AL e o Vereador Wilson Júnior

Na última semana, o Sindicato dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) recebeu a visita do vereador de Maceió, Wilson Júnior. Na ocasião, a diretoria entregou ao membro do Legislativo Municipal um projeto de Lei que garante meia entrada para os professores em atividades culturais e de lazer.

O projeto já havia sido encaminhado à Assembleia Legislativa em 2011, mas permanece parado. Então o Sinpro-AL decidiu tentar, desta vez, na Casa de Mário Guimarães. O projeto propõe meia entrada para professores da rede pública e privada em estabelecimentos e casas de diversão que promovam o lazer, o entretenimento e estimulem a difusão das diversas formas de expressão cultural.

“O professor necessita estar atualizado sempre com o seu tempo, em contato com as mudanças que se verificam na sociedade, e deste modo, sintonizado com as expressões culturais que se oferecem a este fenômenos”, destacou o vice-presidente, Eduardo Vasconcelos.

O parlamentar se mostrou empolgado com o projeto. “Iremos tentar levar para votação. Sendo aprovado, os professores terão mais um direito que é necessário para a sua formação”, colocou Wilson Júnior.

O presidente do Sinpro-AL, Fernando Firmino, confia na aprovação do projeto. “Esperamos que os vereadores se sensibilizem e aprovem o mais rápido possível”, disse.

 

Sinpro-AL fecha garante mais três convênios para sindicalizados

Esta semana o Sindicato dos Professores do Estado de Alagoas (Sinpro-AL) firmou mais três convênios para os seus sindicalizados. Veja abaixo quais são eles:

- OdontoCard: um dos planos mais valorizados no estado, possui a melhor equipe de dentistas e aparelhos para lhe atender. Mais informações com o corretor Otávio (82) 8851-4170 e 9653-5698.

- Montreal Clube de Hospedagens: com adesão a este clube você terá descontos e vantagens em hospedagem, passagens e tudo para deixar sua viagem mais tranquila e segura. Contato: Celina (82) 8814-5411.

- Faculdades: o professor sindicalizado tem até 30% nas mensalidades das seguintes faculdades: Fits, Unopar, Estácio-Fal e Seune. O convênio vale para cônjuges, filhos e dependentes.

Sinpro-AL divulga horários durante Copa do Mundo

Em decorrência dos jogos da seleção brasileira na Copa do Mundo o Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) funcionará em horário especial. Durante os dias de jogos do Brasil o funcionamento ocorre até às 13h. A mudança de horário é uma recomendação que está sendo feita no Comércio, órgãos públicos e instituições em geral.

A direção ainda informa que de 23 às 30 de junho acontece o recesso administrativo, voltando ao expediente normal no dia 01 de julho.

 

Exame bate recorde de inscritos e chega a 9,5 milhões de candidatos na edição 2014

O número de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 superou em 21,8% o total de 2013, ao chegar a 9.519.827 candidatos. O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Henrique Paim, pelo secretário-executivo do MEC, Luiz Cláudio Costa, e pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, Chico Soares, no sábado, 24, em Brasília.

Para o ministro, o crescimento é resultado de novas oportunidades de acesso à educação superior, profissional e técnica, garantidas com a participação dos estudantes no Enem. “O número surpreende porque estamos vivendo no país um processo de mudança no imaginário dos jovens em relação à questão educacional”, disse Paim.

O estado com maior número de inscrições foi São Paulo, com 1.476.041 candidatos, seguido por Minas Gerais, com 1.057.521; Bahia, 707.835 e Rio de Janeiro, 691.789. O Ceará, com 596.568 inscritos, foi a unidade federativa com maior número de candidatos em relação à população. “Em todos os estados o número cresceu, e isso reflete a percepção de que o Enem abre novas oportunidades e promove a inclusão”, destacou Chico Soares.

A região Nordeste recebeu 3.062.161 de inscrições e ficou atrás apenas do Sudeste, com 3.407.684. Paim afirmou que a mobilização por educação refletida no número de inscrições no Nordeste, especialmente na Bahia e no Ceará, aponta para uma nova visão de futuro. “As pessoas acreditam que podem mudar a vida pela educação, e isso foi expresso pelo Enem no Nordeste.”

Segundo o ministro, o aumento no número de inscrições traz grande responsabilidade ao Ministério da Educação e ao Inep na aplicação do Enem, que cada vez mais exige segurança na logística para garantir a isonomia de oportunidades a todos os estudantes.

Taxa — O pagamento da taxa, de R$ 35, deve ser feito até quarta-feira, 28. Estudantes de instituições da rede pública e candidatos que se declarem financeiramente carentes estão isentos do pagamento.

O Enem de 2014 será realizado em 1.699 municípios. Tanto no sábado, 8 de novembro próximo, quanto no domingo, 9, os portões de acesso aos locais de provas serão abertos às 12 horas e fechados às 13 horas, de acordo com o horário de Brasília.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep